Abril – Cânticos de Cá e de Lá

de 16 a 23 de Abril

Ciclo Internacional de Apresentações Musicais

Cânticos de Cá e de Lá

Pretende ser um ciclo de apresentações musicais a partir da tradição polifónica.

Os cânticos de harmónicos ou polifónicos constituem uma das raras singularidades patrimoniais que os povos cultivaram ao longo de séculos, por via das diversas técnicas vocais que se encontram nas múltiplas geografias das músicas tradicionais.

É uma música que é produzida a partir da voz humana, que emana das ambiências naturais, como o silvedo do vento, acompanhado por precursões que se sobrepõem às orquestrações elaboradas.

É uma técnica ancestral que foi desenvolvida pelos povos da Ásia central (Azerbaijão, Cazaquistão, Mongólia, Tibete) e também na Europa e África.

A Polifonia é a arte de combinar sons simultâneos, em que cada um expressa a sua ideia musical, mas formando um todo harmónico.

É uma tradição que se inicia no séc. X, evoluindo até ao séc. XVI, período em que atingiu o seu esplendor em sonoridade e espírito religioso, nomeadamente no período Barroco em que J.S. Bach e Handel deixaram marcas que perduram na nossa memória colectiva.

É verdade que da nossa história, Giacometti ainda conseguiu mostrar-nos um mundo que hoje está praticamente desaparecido. Mas na verdade e por sua iniciativa, podemos referenciar algumas sonoridades, propondo a sua descoberta em audições especiais, revelando cartografias várias que ainda se conseguem identificar.

Abril - Cânticos de Cá e de Lá Caldas da Rainha CCC Gocaldas

Podíamos talvez falar de uma acção musical irrepetível, como por exemplo de uma “Bacelada” – canto de trabalho de Tavarede, Figueira da Foz – onde grupos de cavadores sulcavam a terra com as enxadas ao ritmo das ordens de um deles, ou das maravilhosas polifonias do Minho (coro de vozes femininas tão raro na Europa), ou ainda as cantigas de roda entoadas por uma mulher de Dornelas do Zêzere – Pampilhosa da Serra, enquanto fazia rodar a roda de um poço com os pés para tirar água. Ou ainda o cantar das Adufeiras das Beiras, acompanhadas pelos adufes, um instrumento de percussão, feito a partir de uma quadra de madeira e pele de animal esticada, de onde conseguimos fazer sobressair uma canção conhecida como ‘Lá cima Ó castelo’, que possui muitas linhas rítmicas inspiradas nos cantos sefarditas (tradição judaica portuguesa), e o canto Alentejano. Giacometti aludia que é a voz da terra e dos rituais que ligam as gentes a essa mesma terra, “nos baptizados, nos casamentos, nos bailes, nas festas, nos trabalhos do campo, onde quer que a música brotasse das gargantas e das almas a celebrar a vida, as mulheres cantavam ao lado dos homens”

Na verdade para nós é importante propormos um encontro que tenha como objectivo valorizar os projectos corais locais e associarmos, num encontro internacional, as tradições orais com vozes populares e as de referências musicais eruditas que a polifonia contem. Apresentados por vários espaços da cidade (Igrejas, Hospital Termal, Museus, Centro Cultural e de Congressos, etc.), potenciam e formam um mosaico de ofertas que valorizam a urbanidade Termal das Caldas da Rainha e a convivialidade das gentes, permitindo vivenciar formas de cultura seculares com outras que resultam da evolução e modernidade. Mas também com a missão de promover um intercâmbio de técnicas, interpretações corais e de novas ideias entre as formações participantes.

Conscientes da importância desta área musical propomos com entusiasmo, esta ideia que proporcionará uma semana polifónica com início no domingo de Páscoa (16 a 23 Abril).

PROGRAMA:

Dia 16 Abril • 15h30 • Igreja Nª Sª da Conceição • Coral das Caldas da Rainha e Orfeão Caldense
Dia 18 Abril • 21h30 • Museu José Malhoa • Grupo de Música Popular da Casa do Pessoal do Hospital das Caldas da Rainha
Dia 19 Abril • 21h30 • Hospital Termal Rainha D. Leonor • Orfeão Caldense
Dia 21 Abril • 11h00 • Lar e Centro de dia do Centro Social Paroquial de Caldas da Rainha • Coro da Universidade Sénior Rainha D. Leonor das Caldas da Rainha
Dia 21 Abril • 18h30 • Centro d’Artes • Coro de Câmara do Conservatório de Caldas da Rainha
Dia 21 Abril • 21h30 • Grande Auditório do CCC • Em Cante
Dia 22 Abril • 09h30 • Pequeno Audotório do CCC • Oficina Pedagógica / Conservatório de Música de Caldas da Rainha
Dia 22 Abril • 21h30 • Grande Auditório do CCC • Coro Mozart
Dia 23 Abril • 16h00 • Grande Auditório do CCC • East Warsaw Ensemble

Para veres o que se passa em Caldas da Rainha consulta AQUI a nossa agenda!

Abril – Cânticos de Cá e de Lá no CCC:

Abril – Cânticos de Cá e de Lá

Avalia este Evento!

Avaliação dos Utilizadores: 5 (2 Votos)